segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Ashley Nell Tipton, ganhou Runway Project USA



Há quase um mês que o Runway Project USA chegou ao fim. Runway Project é um programa televisivo, onde há um concurso para novos designers de moda, em que eles tem que desenhar uma colecção de roupa e aquele que tiver evoluído mais durante o projecto e tiver a melhor colecção ganha o concurso. Desta vez, quem ganhou este concurso foi a primeira mulher plus-size a concorrer neste tipo de programa: Ashley Nell Tipton. É um marco para a comunidade plus-size assistir no grande ecrã a ascensão desta designer. A colecção que ela criou foi inspirada na cidade do México na década 50, tendo uma veia romântica bem acentuada e moderna. É importante ressaltar que a Ashley veio provar que as mulheres plus-size tem preocupação com a moda, estão atentas ao panorama internacional da moda e que somos realmente uma parte da sociedade que precisa de um lugar no mercado da moda. Ashley quando era adolescente não conseguia comprar roupa para ela, então a avó ensinou-lhe a costurar, e assim ela entrou no projecto para prestar uma homenagem à avó já falecida. Já no site oficial da mesma, ela realça que a sua missão é representar as mulheres de "tamanho maior" para permitir que elas tenham opções para se exprimir no seu estilo e individualidade através da moda, tal como as outras mulheres que usam o "tamanho normal". Para o panorama internacional da moda, esta missão é mais um aviso, a verdade é que muitas marcas fazem colecções plus-size bem diferentes que as colecções standard, e não sei bem o objectivo... será porque acham que as mulheres plus-size não podem usar o que uma mulher com "tamanho que dizem ser normal" usa? Pois, esta forma de pensar é um preconceito que temos que desmistificar e o melhor que podemos fazer como consumidoras quando vemos esta distinção é simples: boicotar a marca, que significa pura e simplesmente não dar o nosso dinheiro. Afinal de contas, independentemente do tamanho de roupa somos todas mulheres e não devia haver esta distinção, porque todas queremos o mesmo: sentirmo-nos confiantes e bonitas com a roupa que usamos. Espero que continue haver uma evolução na moda e que abracem os tamanhos plus-size, pois gostava que na próxima geração não houvesse adolescentes que não encontram roupa para elas usarem, e que descobrissem a costura como uma passagem de conhecimento e uma nova actividade, não porque não tem nada que vestir. Relativamente à Ashley acho que ela está num bom caminho, e espero que ela tenha muito sucesso na sua carreira. Para conhecerem-na melhor, podem ir até ao site oficial dela.

Sem comentários :

Enviar um comentário